Simulação Financiamento Caixa, simulador de crédito para carros, pessoal, imóveis e casa própria. de

Simulação Financiamento Caixa

O financiamento Caixa Econômica é certamente o mais procurado pelos brasileiros na hora em que decidem comprar a sua casa própria. Este banco conta com as menores taxas de juros e os maiores prazos para a quitação do financiamento, que pode chegar a 360 parcelas, ou seja, 30 anos. Desta forma, quem fizer um financiamento pela Caixa pode gastar valores mais acessíveis mensalmente. Além disso, o banco aceita o FGTS do trabalhador como entrada do financiamento.

Simulador da Caixa ajuda a escolher imóvel pelo valor

O primeiro passo antes de requerer um financiamento de imóvel Caixa é entrar no site do banco e usar o simulador Caixa para avaliar se o preço do imóvel é compatível com a sua renda. Assim, na hora em que a pessoa for procurar por um imóvel, já saberá qual a faixa de preço que ele poderá arcar.

Para usar o simulador Caixa, basta acessar o site na Internet da Caixa Econômica, na seção Habitação e escolher Simulador de Financiamento. Depois, digite os dados solicitados no formulário, como tipo de financiamento, no caso, residencial, e, em seguida, defina se é casa nova, usada, terreno, material de construção, etc. Também é necessário colocar o estado e cidade onde se pretende fazer a compra, a renda bruta da família e o valor aproximado do imóvel que se deseja adquirir.

Depois de preencher os dados, automaticamente o simulador fornece o valor de entrada que deverá ser dado e o restante que poderá ser parcelado. A ferramenta também fornece os valores das prestações. Caso o usuário ache que o valor da entrada ou das mensalidades muito alto, ele pode fazer nova pesquisa, quantas vezes precisar, até que encontre valores de parcelas viáveis para pagar mensalmente. Os valores de entrada diminuem à medida que o preço do imóvel for mais barato.

Como usar o FGTS no financiamento da casa própria

Outra vantagem da Caixa Econômica é que o interessado em financiamento pode usar o seu FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – para dar como entrada na compra do imóvel. Se for um valor considerável, as parcelas serão amortecidas. Além disso, como os trabalhadores demitidos sem justa causa podem retirar o seu Fundo de Garantia em uma agência da Caixa, o processo é facilitado.

Depois de fazer a simulação de financiamento e comprovar que o valor do FGTS é suficiente, o trabalhador pode conferir os documentos necessários para o procedimento, juntar tudo e já enviar para a agência mais próxima. No entanto, é preciso aguardar que a documentação seja avaliada e aprovada. Enquanto isso, resta torcer para que dê tudo certo.

Documentos necessários para solicitar avaliação de financiamento

Os documentos a serem apresentados vão depender do tipo de financiamento que o requerendo deseja. Por isso, é preciso preencher os dados rigorosamente, uma vez que eles vão definir os documentos exatos que serão necessários. Caso os documentos sejam encaminhados para avaliação erroneamente, o interessado na compra do imóvel deverá começar tudo de novo.

No entanto, alguns documentos são básicos. Segue abaixo uma lista, para você ter uma ideia das exigências:

  • RG;
  • CPF;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão Conjunta Negativa ou positiva com efeito de negativa de débitos relativa a tributos federais e dívida ativa da união, que deve ser acessada no link da Receita Federal;
  • Declaração de Imposto de Renda e Recibo de Entrega;
  • CTPS;
  • Último contra cheque;
  • Extrato da conta vinculada do FGTS;
  • Declaração do Empregador;
  • Solicitação de Movimentação de Conta Vinculada do FGTS;
  • Declaração Negativa de Propriedade do Imóvel;
  • Declaração de Isenção de Imposto de Renda;
  • Contracheque que contenha o local da ocupação principal / local onde trabalha atualmente ou declaração do empregador;
  • Comprovante de residência, há pelo menos um ano com vencimento no mesmo mês e de anos diferentes, podendo ser conta de água, luz, telefone, gás, TV por assinatura, fatura do cartão de crédito ou extrato de conta bancária;
  • Formal de partilha, devidamente registrado, se for o caso.

Também são necessários alguns documentos do imóvel que se pretende comprar. São eles: a certidão atualizada de inteiro teor de matrícula, contendo registro atual e ações reais e pessoas reipersecutórias, IPTU e comprovante de recolhimento do Foro e Laudêmio, se imóvel sob efeito enfitêutico. Dúvidas sobre os termos podem ser esclarecidos pelo atendimento da Caixa.

OBSERVAÇÃO: VALORES DE TAXAS, CONDIÇÕES DE EMPRÉSTIMO E FINANCIAMENTOS PODEM MUDAR A QUALQUER MOMENTO. CONSULTE O BANCO ESCOLHIDO EM BUSCA DE INFORMAÇÕES ATUALIZADAS.

Simulação Financiamento

Este site tem por objetivo informar o público sobre modalidades e requisitos para proposta ou simulação de financiamento. Não temos qualquer vínculo com qualquer instituição citada, nosso conteúdo foi retirado dos sites das próprias empresas e tem como finalidade facilitar o acesso do consumidor a informação que está disponivel a qualquer um na internet.